EDUCAÇÃO SEGURANÇA E TECNOLOGIA

Descubra o que são e como funcionam as chaves privadas

Tempo de leitura: 1 minuto

Uma chave privada nada mais é que um número secreto que permite que criptoativos, como o Bitcoin, sejam gastos.

Cada carteira Bitcoin contém uma ou mais chaves privadas, que são salvas dentro da carteira.

Sabendo que, as chaves privadas permitem que você gaste seus fundos, nada mais justo que elas permaneçam seguras. Elas podem ser armazenadas em computadores, smartphones, pen drives ou até impressas em papel.

As chaves privadas contêm 64 caracteres que variam entre letras maiúsculas, minúsculas e números. Dada a importância de manter as chaves privadas em segurança, elas podem ser criptografadas algumas vezes.

Conheça a CoinBene

E por mais que esse número pareça pequeno, se alguém tentasse entrar em uma carteira adivinhando a chave privada gastaria milhares de anos para tentar quebrá-la.

Além disso, para descriptografá-la será necessário uma senha definida quando a mesma foi criptografada, ou seja, não é fácil invadi-la.

Para que servem as chaves?

As chaves privadas são utilizadas para realizar transações irreversíveis com o Bitcoin, por exemplo. Elas dão acesso aos seus bitcoins para gastar e enviar a qualquer pessoa e em qualquer lugar.

Essa irreversibilidade é garantida por assinaturas matemáticas vinculadas a cada transação sempre que usamos essas “senhas” para enviar moedas.

Cada transação realizada cria assinaturas únicas, mesmo que sejam geradas a partir das mesmas chaves privadas. Esse recurso impossibilita a cópia, dessa forma, o usuário pode usar com confiança a mesma chave privada infinitamente.

As assinaturas são matematicamente relacionadas aos endereços Bitcoin. Essa relação matemática ajuda a confirmar que as assinaturas são apenas do titular da conta que deseja transferir bitcoins.  

 

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Como depositar BRL na CoinBene
Quer operar BRL na CoinBene? A gente te ensina!
Empresários planejam investir em tecnologia, diz pesquisa
Executivos não conhecem blockchain, diz pesquisa
Executivos não conhecem blockchain, diz pesquisa