MERCADO

Lavagem de dinheiro em fiat é 800x maior que criptomoedas

Tempo de leitura: 1 minuto

Muitas pessoas se dizem contra as criptomoedas por uma razão: fraude. Para elas, golpes e lavagem de dinheiro envolvendo os criptoativos deixam as pessoas – e seus investimentos – em risco. Entretanto, um estudo afirma justamente o contrário.

Segundo relatório da Messari, empresa de análise de blockchain, a cada US$1 gasto na deep web, US$800 são lavados no sistema financeiro tradicional.

A divulgação do relatório veio após declaração do Secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, que afirmou que o Bitcoin “é utilizado para permitir atividades ilegais e para realizar lavagem de dinheiro”.

O relatório “Bitcoin in the Grand Scheme of Things” (Bitcoin no Grande Esquema das Coisas, em tradução livre) compara quem mais contribui para atividades criminosas, as moedas tradicionais ou o Bitcoin. O estudo, com os dados da Chainalysis e do Escritório das Nações Unidas Sobre Drogas e Crimes, mostrou que, quando comparadas, a contribuição do Bitcoin para atividades ilegais é ofuscada pelo dólar norte-americano.

Conheça a CoinBene

“Para cada US$1 em BTC gasto na deep web, pelo menos US$800 são lavados”, afirma o relatório.

Como identificar um golpe

Golpes e fraudes acontecem a todo momento neste mercado, isso é inegável. Por isso, produzimos um vídeo em nosso canal do Youtube para ajudar você a identificar uma fraude em pirâmide.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Operações em rede do BTC crescem, apesar de mercado em baixa
Operações em rede do BTC crescem, apesar de baixa em 2018
Bitcoin substituirá moedas em uma década, diz estudo
Coma bem e pague a conta com ativos digitais
Coma bem e pague a conta com ativos digitais