SEGURANÇA E TECNOLOGIA

Australianos perdem US$ 4,3 milhões em golpes por mês

Golpes
Tempo de leitura: 1 minuto

Os golpes e fraudes envolvendo criptomoedas são uma triste realidade que o mercado de criptoativos enfrenta. Na Austrália, esse tipo de esquema cresceu tanto nos últimos 12 meses que passou a ser o segundo tipo mais comum de oferta fraudulenta de investimento oferecida para as vítimas.

Delia Rickard, vice-presidente da Comissão Australiana de Concorrência e Consumidor (ACCC), diz que os golpistas apresentam documentos e sites com aparência profissional para convencer as vítimas de que os investimentos são reais. “Muitas vezes as pessoas só percebem que seu dinheiro se foi quando tentam sacar seu investimento”, afirma.

Segundo o Scamwatch, um serviço dirigido pela ACCC, os australianos perderam cerca de US$ 4,3 milhões por mês com esse tipo de crime.

A executiva lembra que os australianos perderam mais de US$ 60 milhões de dólares em 2017 com fraudes relacionadas a criptomoedas. Pessoas entre 45 e 64 anos representam mais da metade dos casos analisados pelo Scamwatch.

Conheça a CoinBene

Autoridades australianas alertam os cidadãos para ter cuidado com “investimentos fáceis” e a pensarem antes de entregar dinheiro para pessoas que prometem grandes ganhos em um prazo curto.

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
CNET e TRF
Operações de CNET e TRF temporariamente suspensas
Graduação em blockchain já é realidade: veja onde
Descubra o que são e como funcionam as chaves privadas